Informação acerca da dieta da USP, com o cardápio diário e semanal da dieta da USP, identificando as vantagens e desvantagens desta conhecida dieta. Como funciona a dieta da USP e quais os cuidados que deve ter após a sua conclusão.


Dieta da USP

Quer emagrecer rápido?
A dieta da USP promete a perda de 14 kg em 14 dias. Existem diveros mitos sobre a dieta da USP, um dos mitos é sobre a origem da dieta; ao contrário do que muitos dizem a dieta da USP não tem nada a ver com a Universidade de São Paulo.
Algumas pessoas afirmam que perderam 14 quilos em duas semanas. Apesar de este número ser talvez exagerado é possível perder cerca de 7 a 10 kg em duas semanas com a dieta da USP. A dieta da USP é uma dieta restritiva, com poucos carboidratos e calorias.
Você vai emagrecer mas infelizmente não vai perder apenas gordura.
Numa dieta você deve perder massa gorda, minimizando a perda de água e de massa muscular. Com a dieta da USP você perderá peso, gordura, músculo e água. Nem tudo é queima de gordura e depois de acabar esta dieta vai volta a ganhar peso em água, músculo e gordura. Pelo menos nos primeiros dias. Para manter o peso, depois desta dieta terá de mudar de hábitos de vida, tanto a nível de alimentação, como de actividade fisica.
Esta dieta é considerada uma dieta de emergência para quem quer perder alguns quilos antes de um evento importante (casamento, aniversário, etc). Se quiser perder 5 kg em 1 semana para ir a uma festa, ou se quiser perder 10 kg em duas semanas para ir a um casamento pode experimentar esta dieta.
Com dieta você acelera o metabolismo e faz com que o seu organismo comece com a queima de gordura de forma mais rápida!
Muitas pessoas tem curiosidade em começar uma dieta restritiva com poucos hidratos e pensam se existem efeitos secundários sobre os quais devem ter conhecimento.
Uma dieta restritiva deste género pode dar problemas para pessoas com certas doenças, especialmente se estiver a tomar medicação para algum tipo de problema. Muitas vezes os efeitos secundários não são graves mas deve sempre falar com o seu médico antes de fazer uma dieta radical como esta. O médico tem de ver o seu progresso e potenciais mudanças nas dosagens da medicação. Prepare-se, se gosta de comer, vai passar sem os seus alimentos favoritos e sofrer um pouco. Esta dieta não é das mais fáceis de seguir pois são 2 semanas de esforço super intensivo!

Conheça o cardápio da dieta da USP, aqui.
Conheça os riscos e efeitos da dieta da USP, aqui.

Cardápio da dieta da USP

A dieta da USP, é uma das mais famosas receitas para emagrecer.
Na dieta da USP não pode trocar alimentos de dia e não pode trocar a ordem dos dias.
As refeições que constituem a dieta da USP, estão perfeitamente definidas, para o periodo de 7 dias.

Primeiro Dia
Manhã: Café preto sem açúcar, com adoçante.
Almoço: 2 ovos cozidos e ervas a desejar.
Jantar: salada de alface com pepino e salsão à vontade.

Segundo Dia
Manhã: Café com bolacha cream-crakers
Almoço: 1 bife grande com salada de frutas à gosto.
Jantar: Presunto à vontade.

Terceiro Dia
Manhã: Café com biscoito cream-crakers.
Almoço: 2 ovos cozidos, salada de vagem e 2 torradas.
Jantar: presunto e salada.

Quarto Dia
Manhã: Café com biscoito.
Almoço: 1 ovo cozido, 1 cenoura e queijo minas à vontade.
Jantar: Salada de frutas e iogurte natural.

Quinto Dia
Manhã: Cenoura crua espremida com limão e café preto.
Almoço: Frango grelhado à vontade.
Jantar: 2 ovos cozidos com cenoura.

Sexto Dia
Manhã: Café com biscoito.
Almoço: Filé de peixe com tomate à vontade.
Jantar: 2 ovos cozidos com cenoura.

Sétimo Dia
Manhã: Café com limão.
Almoço: Bife grelhado e frutas à vontade.
Jantar: Comer o que quiser, menos doce e bebidas alcoólicas.

Observação :
  1. Depois de completa esta série, comece novamente desde o primeiro dia ao sétimo dia. Depois de 14 dias você terá perdido 14 Kg. No 15º dia você poderá retornar a seus hábitos alimentares normais.
  2. Ervas permitidas: agrião, chicória, alface. Pode beber água, café e chá o dia inteiro.
  3. Não deve trocar os alimentos e nem substituí-los de horário.
Conheça os riscos e efeitos da Dieta da USP, aqui.
Conheça o modo como funciona a Dieta da USP, aqui.

Dieta da USP - Riscos e efeitos

Um efeito muito comum da dieta da USP é a diminuição dos níveis de açúcar e glicemia no sangue. Isto é importante para pessoas diabéticas, especialmente as que necessitam de insulina ou medicação. Como as dietas de poucos carboidratos causam alterações no açúcar no sangue é importante falar com o médico antes de fazer uma dieta deste tipo.
O efeito principal da dieta da USP é o emagrecimento. Tecnicamente isto não é um efeito secundário, mas os efeitos relacionados com a perda de peso incluem a regulação da pressão sanguínea, melhoramento ou desaparecimento de problemas digestivos e melhoramento de problemas respiratórios.
Se estiver a tomar medicação para a hiper-tensão ou pressão sanguínea alta, um efeito da dieta da USP é a alteração da pressão arterial. Assim deve consultar o seu médico para rever a quantidade ou a necessidade de medicação. O mesmo se aplica a problemas digestivos e intestinais, se sentir diferença no melhoramento e desaparecimento dos sintomas o seu médico deve ser consultado.

Existem alguns efeitos secundários que não são perigosos mas podem ser inconvenientes. Estas dietas restritivas como a dieta da USP, podem fazé-lo sentir dores de cabeça, náuseas, tonturas, falta de força e cansaço, fácil irritabilidade e azia.
Há também um conjunto de efeitos que são específicos para as mulheres. Na primeira semana da dieta da USP pode ter mudanças no ciclo menstrual. Este efeito é causado pelo ajustamento do organismo a um novo estilo de alimentação. Os efeitos positivos da dieta da USP vem depois, a menstruação é menos e vai ter menos dores e diminuição de outros problemas enquanto está a fazer uma dieta com poucos hidratos de carbono.
Estes efeitos secundários são fáceis de reduzir se beber água suficiente e estiver bem hidratado, dormir bem e ter a certeza de não estar sempre com fome. Em casos raros estes efeitos secundários iniciais podem durar até 10 dias mas normalmente duram entre 5 a 7 dias.
 
Conheça o cardápio da Dieta da USP aqui.
Conheça ainda como funciona a Dieta da USP, aqui.

Dieta da Lua

A dieta da Lua é mais uma forma milagrosa para emagrecimento que não tem o apoio da maior parte dos nutricionistas.
Nessa dieta, a pessoa deve ingerir somente líquidos por 24 horas durante cada mudança de fase da lua. Durante esse período, o indivíduo consome sumos de frutas, chás, caldos e água.
A dieta da lua é desequilibrada e pode causar fraqueza e mal estar. Deve-se evitar dietas nas quais se coma apenas
um alimento, ou grupo de alimentos.
O fundamental para o controlo de peso permanente, evitando o efeito concertina, é a adopção de hábitos alimentares saudáveis, ter uma dieta equilibrada e praticar actividades físicas regularmente.

Dieta das Calorias Inteligentes

Projeto e conceito
“A metodologia Calorias Inteligentes tem como objetivo, a reeducação alimentar, e não há nenhum alimento proibido. Nosso diferencial é atender as necessidades específicas de cada pessoa, respeitando suas preferências. Por isso, elaboramos uma tabela de alimentos que associa os valores calóricos a um indicador de qualidade nutricional, o que permite escolher melhor os alimentos”, adianta a psicóloga Liz von der Maase, uma das coordenadoras do projeto.

O programa Calorias Inteligentes, portanto, pode ser considerado um indicador de qualidade nutricional, na medida em que traduz as informações complexas sobre os alimentos numa linguagem fácil de entender e simples de se aplicar no dia-a-dia.

Para diferenciar os alimentos, ele utiliza apenas dois códigos: números e cores. Os números servem para informar o valor calórico dos alimentos. Por exemplo, uma Caloria Inteligente (K) equivale a 10 calorias.
Já as cores ajudam a melhorar a qualidade nutricional da alimentação. Elas permitem reduzir o consumo de gorduras perigosas para o coração – gordura saturada e trans - e facilitam a escolha de alimentos que saciam mais a fome e geram menor produção de gordura no organismo.

A Caloria Inteligente pode ter três cores: verde, amarelo e vermelho. As cores sinalizam a presença de gorduras saturada e trans, sódio e índice glicêmico existentes em uma porção de alimento, sendo que o tamanho da porção varia conforme o produto.

- Calorias Inteligentes Verdes
Indicam os alimentos que fazem a balança trabalhar a seu favor. São perfeitas do ponto de vista nutricional e são funcionais, ou seja, quando ingeridas, levam saúde para dentro do seu corpo. O consumo de alimentos com essas calorias é liberado, mas desde que você observe seu número de Ks (calorias).

- Calorias Inteligentes Amarelas
Indicam os alimentos que apresentam níveis moderados de gordura saturada, gordura trans, índice glicêmico e sódio. São indispensáveis para o bom funcionamento do seu corpo, quando consumidos com moderação. O limite diário recomendado é de até 20 bolinhas. “As bolinhas são os símbolos indicadores de qualidade nutricional que nós adotamos para o Calorias Inteligentes”, explica Liz.

- Calorias Inteligentes Vermelhas
Indicam os alimentos que possuem altas concentrações de gordura saturada, presença de gordura trans, alto índice glicêmico ou alto nível de sódio. Ou seja, se consumidos em excesso, além das porções diárias recomendadas, podem prejudicar a saúde, bem como proporcionar ganho de peso com mais facilidade. O limite diário recomendado é de até cinco bolinhas.

De acordo com o ISI , controlando o número de Calorias Inteligentes e suas cores correspondentes, fica fácil atingir ou manter o peso ideal de uma maneira saudável, sem sofrimento e sem complicações.

Resultado
Para chegar lá, um kit que promete revolucionar o conceito que as mulheres possuem a respeito dos alimentos, ajudará você. Com ele, é possível aprender mais sobre as características dos alimentos, além da quantidade de calorias de cada um. Assim fica mais fácil fazer as escolhas adequadas para manter-se saudável e dentro do peso. Sabe por quê?
Porque você vai querer isso. Os alimentos saudáveis terão um sabor e uma importância mais especial quando você entender o verdadeiro valor deles.

De acordo com Liz von der Maase, o kit é composto por material de apoio. “São dez cadernetas para anotações, uma tabela de bolso, um conta passos, uma caneta, um livro com toda a metodologia Calorias Inteligentes e dez semanas de acompanhamento individualizado realizado por uma equipe de Terapeutas Nutricionais com atendimento via telefone, chat ou e-mail”, explica a coordenadora. Esses profissionais ficam encarregados, então, de para dar suporte e esclarecer qualquer dúvida em relação a alimentação e busca pelo peso ideal.
“A perda de peso de cada um varia de organismo para organismo, pois cada um tem sua meta diária de Ks permitidas. Tem gente que perde até 2kg por semana. Mas fazendo uma média geral, podemos dizer que a pessoa pode perder, em média, de 5kg a 20kg em todo o programa”, finaliza Liz.

Conheça a Tabela das calorias inteligentes aqui.

Dieta do Limão


Na verdade a dieta do limão é mais um processo de desintoxicação do organismo.
O Limão é uma fruta muito rica em vitamina C além de conter Cálcio, fósforo, ferro, Potássio, Vitamina B. Magnésio e Sódio.
Algumas fontes também relatam que o Limão é um grande auxiliar na purificação do Sangue, é diurético e também auxiliar no tratamento de artrite.
Ajuda na diminiução da pressão alta, elimina toxinas no organismo.
Além de purificar glândulas, rins, células e todo o sistema digerstivo.
Como falamos no início a dieta do Limão é mais como um desintoxicador do organismo e assim auxiliando na perda de peso.

Como fazer esta “dieta”?
É bem simples: Durante 10 dias você consome o suco de 10 limões, sempre em jejum, logo pela manhã.
Um exemplo:
No 1º dia tome o suco de meio Limão. Esprema e beba.
No 2º dia aumente para 1 limão inteiro.
No 3º dia tome o suco de 1 limão e meio.
e assim por diante.

Durante os 10 dias vá sempre aumentando metade de um limão e tome o suco em jejum. E´Só o suco da fruta mesmo, sem mais nada.
Tome antes do café, algo em torno de meia hora, para evitar misturar os paladares, né…
Essa limpeza do organismo ajuda a diminuir peso, principalmente a retenção de líquidos pelo organismo.
Acompanhada de uma dieta equilibrada essa desintoxicação pode ser um grande auxiliar na sua busca pela perda de peso.

Dieta da banana

  1. Pode-se comer quantas bananas quiser pela manhã juntamente com a água. Mas o recomendado é que se coma de 1 a 2 unidades, para evitar o cálculo renal(pedras nos rins). A atriz japonesa Mori Kimiko chegou a comer até 4 bananas no início de sua dieta. Ela pesava 102,7kg e chegou a eliminar 6,9kg em 45 dias! É PARA SUBSTITUIR O CAFÉ DA MANHÃ (PÃO/CAFÉ COM LEITE/IOGURTE…) PELAS BANANAS+ÁGUA!!! Evitar comer qualquer OUTRO alimento!!!
  2. No almoço e no jantar você pode comer o que desejar, mas o exagero é PROIBIDO!!!!!
  3. Não é porque você maneirou no café da manhã que vai poder comer à mais em outras refeições, aí não tem sentido a dieta, não é mesmo?
  4. A última refeição deve ser feita 4 horas antes de se deitar!!! Muito importante!!!!
  5. Se costuma deitar meia-noite, então a última refeição deve ser feita até 8h da noite.
  6. Pese-se todos os dias, se desejar acesse o Gráfico de Dieta. Anotando o seu peso e vendo que está perdendo peso diariamente, vai dar mais e mais motivação para continuar.
  7. Exercite-se moderadamente. Caminhada 2 vezes por semana, durante 1h ou subir degraus de escadaria(2 em 2 degraus – tomando cuidado de usar o corrimão) são exercícios recomendados.
  8. Quem tem DIABETES deve consultar seu médico antes de começar a dieta.
  9. Quanto à substituir a ÁGUA por outra bebida, NÃO É RECOMENDADO!
  10. Passados 15 minutos depois de comer a banana+água, pode-se tomar outra bebida: café, leite, chá…
  11. Indico que coma a banana+água, faça uma bela caminhada de 1h e depois tome um cafezinho(afinal de contas sem a pretinha a gente não fica, não é mesmo?)
  12. Para os INICIANTES talvez a fome aperte até a hora do almoço, então recomenda-se que se coma uma outra fruta ou até uma saladinha de folhas, sem muito tempero. À partir do terceiro dia essa sensação de fome diminuirá e você vai se satisfazer só com as bananas.
  13. Enjoôu comendo só bananas? Coma junto com outra fruta para variar um pouco, mas não tire a banana, ela é que vai dar a sensação de saciedade. E também a banana vai regularizar o seu intestino, ótimo não?
  14. Pode-se usar qualquer tipo de banana, fica à vontade!!! Aqui no Japão nunca vi outro tipo de bananas a não ser a NANICA.
  15. Evite comer ou tomar gelados.
  16. Muitos pessoas querem emagrecer 10 kg em 1 mês. Não corra atrás de MILAGRES! Querer eliminar peso rápido não dá certo. Vá com calma!
  17. Nessa dieta pode-se emagrecer até 20 kg em um período de 1 ano(experiência do próprio médico japonês que apresenta a dieta).
  18. Lembre-se Peso ideal é aquele que você consegue atingir e manter, DE FORMA SAUDÁVEL!!!

Dieta do dia seguinte

A dieta do dia seguinte trata-se de uma dieta depurativa e desintoxicante, para fazer após uma refeição abundante ou depois de vários dias de excessos.

Bebida: Água natural sem gás, em muita quantidade;
Pequeno-almoço: um batido de maça e banana (130g de maça e 65g de banana) e uma colher pequena de mel;
Almoço: 250g de feijão verde cozido condimentado com 3 colheres de azeite e 30g de queijo ralado, salada de endívias temperada com uma colher de azeite e vinagre de maça e 1 iogurte magro;
Lanche: 1 kiwi;
Jantar: 1 filete de linguado, 1 beringela assada e salada de alface (100g de alface, 15g de azeite e 5g de sumo de limão);
Antes de deitar: chá de erva cidreira.

Como o fornecimento de hidratos de carbono é inferior a 100g por dia, seguir esta dieta durante muito tempo pode produzir muitos resíduos metabólicos e sobrecarregar demasiado o organismo. Pela mesma razão esta dieta é contra-indicada para as pessoas que sofrem de alguma patologia cardíaca, as diabéticas e as anémicas.

Dieta dos Carboidratos

Este regime é basicamente à base de proteínas. Muito simples, na prática você pode comer quanto quiser, mas deve evitar os carboidratos (açúcares emassas basicamente). Frutas (poucas) apenas depois de 15 dias.
Essa dieta funciona, mas evite "quebrar o regime" mesmo que seja com uma xícara de café c/ açúcar


Considerações:
Não pode comer nenhuma espécie de carboidrato (hidrato de carbono ou sacarídeo), para que dentro de 48 horas entre em ação o CETÔNICO do seu corpo, que é uma glândula que fica sem funcionar caso haja a ingestão de carboidrato. Após 48 horas sem ingerir carboidrato, ela começa a usar as energias armazenadas (gordura). Se houver a ingestão de alimentos que contenha carboidrato, deverá começar tudo de novo. Você poderá comer bastante gordura pois será transformada em glicose para que não cause hipoglicemia (falta de açúcar no sangue). CETÔNICO é dietético, energético, laxante, relaxante e tira o apetite. É encontrado no organismo e só se manifesta se você não comer carboidratos. Para medir o CETÔNICO, podecomprar na farmácia ( mas náo há necessidade) (Gluketur-test da Roche, vem 50 bastões e custa em médiauns R$ 50,00).No início, até formar o CETÔNICO (antes de completar 48 horas), você irá sentir fome, não podendo deixarde comer. Não passe fome. Coma quanto e quando quiser, desde que não seja carboidrato. A necessidade diária de carboidrato, para o adulto, varia entre 300 a 800 g, conforme o peso da pessoa, porisso quando suprimimos o carboidrato o organismo precisa compensar.

OUTRAS CONSIDERAÇÕES :

  1. O tempo limite da dieta é 30 dias, são duas quinzenas com espaço de 3 dias entre elas. Você poderá continua-la posteriormente mas é recomendável para a maioria das pessoas que dê um espaço de tempo deuma semana.
  2. Alimente-se constantemente, sempre que sentir fome e tome bastante líquido.
  3. Algumas pessoas durante as primeiras semanas poderão sentir algum tipo de fraqueza.
  4. Coma bastante verduras, carnes, peixes, etc...
  5. Em hipótese nenhuma deixe de se alimentar, seu corpo necessitará de calorias, por isso pode comer àvontade para suprir a falta de carboidrato.
OBSERVAÇÃO IMPORTANTE:
CADA ORGANISMO REAGE DE UMA MANEIRA DIFERENTE DO OUTRO , POR ISSO ,SE COMEÇAR A PASSAR MAL, SENTIR TONTURAS, PARE A DIETA IMEDIATAMENTE.
A única coisa importante a ressaltar, é que essa dieta não é milagrosa e não adianta fazer e não se cuidar porque da terceira ou quarta vez que você fizer essa dieta, ela não vai funcionar.
LISTA DE ALIMENTOS QUE PODE COMER A VONTADE
NÃO CONTÉM CARBOIDRATOS :
- Abobrinha verde - Acelga - Agrião - Água com gás - Água Natural - Água Tônica Diet - Alface - Aspargos -Atum - Aves - Azeite - Azeitona com tempero - Bacalhau - Bacon - Berinjela - Brócolis - Café - Camarão -Caranguejo - Carne em geral - Caviar - Cebola como tempero - Cenoura (1 por dia) - Chá (cidreira,mate,etc...) - Chicória - Chuchu - Club-Soda - Coca Light - Cogumelo - Couve - Couve-flor - Espinafre - Frango- Gelatina Diet - Geléia Diet de morango - Gin - Guaraná diet - Jiló - Lagosta - Limão - Lingüiça - Manteiga -Margarina - Mexilhões - Nabo - Omelete - Ostra - Ovos (fritos, cozidos, mexidos) - Ovos cozidos - Peixe -Pepino - Pepsi Light - Pimenta - Pimentão - Presunto - Queijos (só industrializados) - Quiabo - Rabanete -Repolho - Sal - Salada verde - Salaminho - Salpicão (maionese caseira, salada, pimentão), - Salsa - Sashimi -Soda Diet - Sopa de legumes - Suco Clight (Maçã verde, TEA Maça) - Sukiaki sem macarrão - Tomate (até 3por dia) - Trident - Vagem.

BEBIDAS PERMITIDAS
Bebidas permitidas em qualquer quantidade ou com uso de adoçantes, que não contenha Sorbitol:Chá, Chá-Mate, Chá Clight (Macã), Chá de Ervas com adoçante, Refrigerante Dietético (Coca Light, PepsiLight, Guaraná Diet), Café (com adoçante), Água Tônica Diet.
Obs.: O Chá-Mate pode ser batido no liquidificador com gelo e limão (só não use limão rosa) (após 15 dias dedieta).

Observações:
Depois de 15 dias acrescente uma fruta, de preferência as que contenham pouco carboidrato ,mas quetenha muita caloria. O leite não pode, mas o queijo sim, porque só tem gordura.
Lembre-se: não passe fome,pois quando o CETÔNICO começar a agir, não sentirá mais fome.
Alimentos permitidos em qualquer quantidade:
(nos produtos industrializados ,o ideal é verificar norótulo o percentual de carboidrato que deve ser 0(zero) ou menor que 1%)
Carne de Porco, Carne de Aves, Carne de Vaca, Peixe, Nata, Presunto & Presunto Cozido, Bacon, Lingüiça de Porco, Salaminho, Cópa, Ovos, Queijos (somente os queijos industrializados – queijo fresco e mineiro não pode comer).Verduras e Legumes: Repolho, Alface, Tomate, Vagem, Couve-Flor, Brócolis, Pimenta, Cebola, Pepino,Abobrinha, Quiabo, Nabo, Rabanete, Acelga, Jiló, Salsa, Chicória, Escarola, Palmito, Berinjela, Azeitonas, Pimentão, Espinafre, Couve, Agrião, Rúcula e Tomate (máximo 3 por dia).

Sobremesas que pode a vontade: Gelatina Diet
(OBSERVE SEMPRE NO RÓTULO, POIS TEM PRODUTOS/MARCAS QUE TEM CARBOIDRATO)

Frutas Permitidas, após 15 dias:
Depois de 15 dias de dieta você pode acrescentar frutas...
- Melão, Melancia, Abacate, Manga, Mamão e Limão.
- relação de algumas frutas com menos de 10% do peso em carboidrato – (atenção a quantidade.. semprecom moderação!!)
Abacate [5,63%], abacaxi(polpa) [5,80%], abricó do Pará [3,92%], abiu [9,90%], caju (polpa)[8,40%], caju (suco) [10,00%], carambola [3,40%], castanha do Pará [7,00%], coco (leite)[7,00%], figo da índia [5,02%], goiaba [7,98%], groselha preta [7,30%], groselha vermelha[5,75%], jaca (polpa) [10,00%], limão [8,50%], maracujá [9,60%], melancia [6,90%], melão [6,35%], morango [7,40%], pêssego [9,40%],
Na 2ª quinzena pode acrescentar:
- 2 Colheres de Creme de Leite; - 2 Colheres de Requeijão; - 2Polenguinhos; - Chocolate Adocyl Premium; - Sorvete Kibon Light (Morango e Flocos) - Suco de Limão (com adoçante).

ALIMENTOS PROIBIDOS
CONTÉM CARBOIDRATOS
LISTA DE ALIMENTOS QUE “NÃO” PODE COMER
- Abóbora - Açúcar - Adoçantes com Frutose - Adoçantes com Lactose - Água Tônica - Almôndegas -Amendoim - Amidos - Arroz - Balas - Balas diet - Banana - Batata - Beterraba - Biscoito - Bolachas - Bolos -Caju - Cará - Carboidratos - Catchup - Catupiry - Cereais - Chiclets - Doces - Ervilhas - Fanta Diet - Farinha -Feijão - Figos - Frutas - Frutas Secas - Geléia - Leite - Leite Desnatado - Macarrão - Mandioca - Massas emGeral - Mel - Milho - Mortadela - Panquecas - Pão - Passas - Petiscos - Pomarola - Pomodoro - Queijo Fresco eMineiro - Salsarette - Salsicha - Seven’up Diet - Soja - Sorvetes - Sprite Diet - Suco de Frutas - Tâmaras - Trigo- Yogurt .

BEBIDAS PROIBIDAS
Leite, Iogurte, Whisky, Achocolatados (Toddynho, Nescau, etc...), Refrigerantes (Coca-Cola, Fanta & FantaDiet, Guaraná, Sprite & Sprite Diet, etc...), Vinho, Água de Coco, Água Tônica, Sucos em Caixinha e Caseiros(Laranja, Limão, Pêssego, etc...)

TODOS OS TIPOS DE BEBIDAS ALCOÓLICAS
Observação Importante: Adoçantes com Frutose e Lactose não podem ser consumidos.
Alimentos proibidos de comer porque contém carboidrato:
CEREAIS: arroz, trigo, milho etc.
LEGUMES: feijão, grão-de-bico, lentilha, ervilha, amendoim(torrado),
FRUTAS: (algumas – com mais de 20% de carboidrato ), banana, uva, figo (seco), ameixa, caqui, castanha,coco(polpa), jaca(semente), marmelo, nêspera, tâmara, amêndoa, tamarindo, TUBÉRCULOS: batatinha, batata-doce, batata salsa, mandioca,
AÇÚCARES: sacarose (açúcar de cana ou beterraba), glicose (açúcar de uva), lactose (açúcar de leite),maltose (açúcar de malte), frutose ou levulose (açúcar de frutas).
OUTROS: Leite, bolacha, farinha e seus derivados, mel, melado, geléia real, cerveja, lêvedo de cerveja,apresuntado, cenoura, beterraba, maisena, macarrão, doce, iogurte, pudim, tudo que contenha açúcar efrutas, achocolatados (Nescau, Toddy, etc.). Evitar enlatados por causa dos conservantes, salsicha ,conservas, sagu, coxinha, torta, etc.
Alimentos proibidos em qualquer quantidade:
Açucares, Arroz, Feijão, Bolachas, Farinhas e Derivados, Mandioca, Achocolatados (Nescau, Toddy, etc...), Sagu, Batatas, Apresuntados, Beterrabas, Ervilhas, Quibe,Queijo (Fresco e Mineiro – Somente os Industrializados), Milho-Verde, Maizena, Macarrão (massas em geral), Coxinhas, Batata Doce, Frutas, Conservas, Bolos e Tortas. E todo o alimento que contenha carboidratos em sua composição.

SEMPRE QUE VOCÊ TIVER DUVIDA NA HORA DE CONSUMIR ALGUM ALIMENTO, LEIA NO RÓTULO SE ESTIVER0% DE CARBOIDRATO OU MENOR QUE 1 %, PODE CONSUMIR SEM PROBLEMAS.

Dieta da Fruta

Esta dieta se aproveita das propriedades naturais das frutas para te auxiliar na perda de peso.
As Frutas possuem naturalmente um bom número de Fibras. E elas dão a sensação de saciedade para o organismo e com isso afastam o perigo maior da dieta: a vontade de ficar beliscando qualquer coisinha duranto todo o dia.
Um dado importante é que dietas baseadas em frutas pode acabar acelerendo em até 25% o metabolismo devido as fibras. Isso auxilia bastante no resultado do seu emagrecimento.

As frutas contêm poucas calorias e são ótimas fontes de fibras, o que auxilia no emagrecimento. Uma dieta rica em alimentos fibrosos pode acelerar o metabolismo em até 25%. Assim, o corpo queima mais calorias que o habitual.
 Frutas como  maçã, pêra, laranja, possuem uma grande quantidade de fibras associadas a grande quantidade de águas e ajudam a preencher aquela fome com muitas poucas calorias.
Sem falar que as fibras estimulam o melhor funcionamento do Intestino, eliminando os problemas cusados pela prisão de ventre.
Associadas aos Legumes voc~e pode traçar uma dieta saudável que pode te ajudar a perder peso consideravelmente.

Veja abaixo um exemplo de dieta baseada em frutas.

Primeiro dia:
Todas as frutas, com exceção de bananas. As frutas que tem menos calorias são: Melão e Melancia.
Se você comer só melão poderá perder 1,3 Kg.

Segundo dia:
Todos os vegetais (saladas). Coma à vontade (cru ou cozido).

Terceiro dia:
Frutas e vegetais à vontade.

Quarto dia:
Banana e leite desnatado, coma até 8 bananas e beba até 8 copos de leite.

Quinto dia:
Bife e tomate. Você pode comer 350 grs. de bife e até 6 tomates no decorrer do dia.

Sexto dia:
Bifes e vegetais à vontade.

Sétimo Dia:
Arroz integral, sumo de frutas sem açúcar e salada quanto desejar. Se não gostar de arroz integral não precisa comer, mas não o substitua por outro alimento.

Abuse de água duranto todo dia. Só evite beber durante as refeições.
Bebidas como  café e chá com adoçante,também podem ser ingeridas.
Esta dieta é um exemplo, por isso o idela é procurar um profissional para traçar uma dieta adequada ao seu perfil .

Dieta dos Citrinos

Os citrinos são ricos em vitaminas C, B, B2, P e provitamina A e por isso trazem muitos benefícios para a saúde. As frutas cítrinas como as laranjas, limões, toranjas, e kiwis, entre outros, contêm uma fonte de inositol, que faz parte do complexo da vitamina B, que entre outras propriedades, ajuda a dissolver as gorduras. Também contêm minerais como cálcio, fósforo, potássio, magnésio, sódio e ferro. Outras propriedades dos citrinos estão relacionadas com o favorecer o sono natural e evitar a ansiedade e o stress. Dadas estas propriedades dos citrinos, foi elaborada uma dieta de emagrecimento, a dieta dos citrinos.
Para quem pretende fazer esta dieta, deixamos aqui o plano semanal da dieta dos citrinos:

Dieta dos citrinos para Segunda-feira
Café da manhã: 1 iogurte ligth e cereais, 2 fatias de pão integral com gotas de mel, 1 copo de sumo de uva e laranja
Almoço: Peito de frango grelhado com salada de agrião, sumo de limão, com gotas de azeite, um kiwi, um iogurte
Snack: 1 chá ou café com leite desnatado, duas fatias grossas de queijo
Jantar: Lombo ou 1bife, salada de tomate, tangerina regada com iogurte de dieta

Dieta dos citrinos para Terça-feira
Café da manhã: 1 chávena de café com leite desnatado, meia chávena de cereais, um copo de sumo de laranja
Almoço: Bolo de espinafre e abóbora
Lanche : 1 kiwi
Jantar: 1 filé de abrótea com limão (cozido com sumo de estragão), 2 maçãs com gotas de sumo de toranja.

Dieta dos citrinos para Quarta-feira
Café da manhã é um chá quente, um copo de sumo de uva e laranja, 1 maçã
Almoço: 1 porção de lombo de porco magro com sumo de limão, puré de abóbora (sem manteiga), 1 laranja
Snack : salada de frutas com adoçante
Cena: 2 chávenas de caldo de legumes, um prato de arroz com queijo derretido.

Dieta dos citrinos para Quinta-feira
Café da manhã: 1 iogurte de baixa gordura e cereais, uma salada de frutas, sumo de laranja espremido na hora
Almoço: 1 porção de salada de atum com agrião e azeite de limão, azeite e pimenta, 1 porção de legumes cozidos panache
Snack: uma infusão, duas sanduíches de queijo, torradas de grãos inteiros
Jantar: 1 porção de carne com tomates frescos, uma porção de salada de cenoura ralada, ovo cozido, tangerina com iogurte desnatado

Dieta dos citrinos para Sexta-feira
Café da manhã: duas fatias de queijo, um ovo cozido, chá, café ou sumo de laranja espremido
Almoço: 1 porção de carne no forno sem gordura, 10 minutos antes de terminar de cozinhar, regar com duas colheres de creme de leite. Sumo de laranja, salada de agrião com limão sal e azeite
Snack :  geleia de dieta
Jantar: salada de camarões, anéis de lula cozida e molho golf palma, 1 kiwi

Dieta dos citrinos para Sábado
Café da manhã: uma tigela de salada de fruta, um copo de sumo de limão.
Almoço: metade do prato de arroz, cenoura e salada de beterraba com corações de alcachofra, óleo de milho, uma maçã assada com mel.
Snack: kiwis, laranjas e frutas com adoçante
Jantar: 1 chávena de caldo de legumes, uma salada de couve-flor, cortada, 1 tomate grande, salsa picada

Dieta dos citrinos para Domingo
Café da manhã: duas fatias de queijo, duas torradas de trigo integral, um copo de sumo de laranja
Almoço: um prato de macarrão com azeite e pimenta
Snack : Gelatina de frutas
Jantar: dois filetes de pescada cozida polvilhada com sumo de limão, 1 / 2 prato de espargos, 1 kiwi
A dieta dos citrinos é rica em antioxidantes e vitaminas e pretende fazer perder até 3 quilos, em cerca de 15 dias.

Dieta mediterrânica

A dieta mediterrânica é uma recomendação nutricional moderna inspirada pelos padrões tradicionais na dieta das regiões costeiras do sul da Itália, bem como Creta e em outras partes da Grécia em 1960.
Em 17 de novembro de 2010, a UNESCO reconheceu esse padrão de dieta como um Patrimônio Cultural Imaterial da Espanha, Grécia, Itália e Marrocos, reforçando não só como uma parte fundamental de sua história e de fundo, mas também como uma grande contribuição para o mundo.
Apesar do nome, esta dieta não é típica de todas as culinárias mediterrânicas. No norte da Itália, por exemplo, gordura e manteiga são comumente utilizados no cozimento, e o azeite de oliva é reservado para temperar saladas e legumes cozidos. No Norte da África, o vinho é tradicionalmente evitado pelos muçulmanos. Em ambos no Norte de África e no Levante, o azeite de oliva, a manteiga e a gordura de cordeiro (Samna) são gorduras tradicionais básicas.
A versão mais comumente compreendida da dieta mediterrânea foi apresentado, entre outros, pelo Dr. Walter Willett, da Escola da Universidade de Harvard de Saúde Pública a partir de meados dos anos 1990 em diante, incluindo um livro para o público em geral. Baseada em "padrões de comida típica da ilha de Creta, a maior parte do resto da Grécia, e o sul da Itália na década de 1960", esta dieta, além de "atividade física regular", enfatiza "alimentos de origem vegetal em abundância, frutas frescas como sobremesa típica diária , azeite de oliva como principal fonte de produtos de gordura, produtos lácteos (principalmente queijo e iogurte), e peixes e aves consumida em quantidades moderadas, de zero a quatro ovos consumidos semanalmente, carne vermelha consumida em quantidades baixas, e o vinho consumido em quantidades moderadas ". As Gorduras totais nesta dieta são de 25% a 35% calorias, e de gordura saturada menos de 8% em calorias.
Os principais aspectos dessa dieta incluem o alto consumo de azeite de oliva, o alto consumo de legumes, o alto consumo de cereais não refinados, alto consumo de frutas, o alto consumo de vegetais, o consumo moderado de laticínios (principalmente como queijo e iogurte), moderado a alto consumo de peixes, baixo consumo de carne e produtos a base de carne, e o consumo moderado de vinho.
O azeite é particularmente característico da dieta mediterrânica. Ele contém um nível muito elevado de gorduras monoinsaturadas, mais notavelmente acido oleico, o que estudos epidemiológicos indicam uma associada
redução no risco de doença cardíaca coronária. Há também evidências de que os antioxidantes presentes no azeite de oliva ajudam a melhorar a regulação do colesterol e a redução do colesterol LDL, e que tem outros efeitos anti-inflamatórios e anti-hipertensivos.

Efeitos na saúde:
Uma série de dietas têm recebido atenção, mas as mais fortes evidências para um efeito benéfico à saúde e diminuição da mortalidade após a mudança para uma dieta de plantas em grande parte baseada vem de estudos da dieta mediterrânica, por exemplo, NIH-AARP Diet and Health Study.
A dieta mediterrânica é frequentemente citada como benéfica, baixa em gorduras saturadas e rica em gorduras e fibras dietéticas monoinsaturada. Uma das principais explicações são os efeitos benéficos do azeite de oliva incluídos na dieta mediterrânica.
A dieta mediterrânea é rica em teor de sal. Alimentos como azeitonas, alho, picles, queijos curados, anchovas, alcaparras, ovas de peixe salgado, e saladas temperadas com azeite, todos contêm altos níveis de sal.
Um estudo publicado no Archives of General Psychiatry mostra que pessoas que seguiram a dieta mediterrânea tinham menos probabilidade de desenvolver depressão.
Além disso, o consumo de vinho tinto é considerado um possível fator, pois ele contém flavonoides com propriedades antioxidantes poderosos.
Mireille Guiliano afirma que os efeitos na saúde da dieta mediterrânica são devido aos fatores como pequenas porções, exercício diário, e a ênfase na frescura, equilíbrio e prazer na alimentação.
Fatores dietéticos são apenas parte da razão para os benefícios de saúde que gozam certas culturas do Mediterrâneo. Um estilo de vida saudável (nomeadamente um estilo de vida fisicamente ativo ou de trabalho) também é benéfico. Ambiente também pode ser envolvido. No entanto, no nível da população, ou seja, para a população de um país inteiro ou de uma região, a influência da genética é bastante minimalista, pois foi mostrado que mudando lentamente os hábitos das populações do Mediterrâneo, a partir de um estilo de vida saudável e ativa, para uma dieta mediterrânica não tão saudável, estilo de vida menos ativo fisicamente e uma dieta influenciada pela dieta padrão ocidental, aumenta significativamente o risco de doença cardíaca. Há uma associação inversa entre a adesão à dieta mediterrânea e a incidência de doença cardíaca fatal e inicialmente não fatal em ​​adultos saudáveis de meia idade na região do Mediterrâneo.
Um estudo de 10 anos publicado no Jornal of American Medical Association (JAMA) verificaram que a adesão a uma dieta mediterrânea e estilo de vida saudável foi associado a mais de 50% de redução das taxas de morte precoce.
Os benefícios assumidos da dieta mediterrânica para a saúde cardiovascular são principalmente de natureza diversa, enquanto eles refletem uma disparidade muito real na incidência geográfica de doenças cardíacas, identificar o determinante causal dessa disparidade tem sido difícil. O candidato mais popular na dieta, azeite de oliva, tem sido prejudicado por inúmeras evidências experimentais de que dietas enriquecidas em gorduras monoinsaturadas como o azeite não são protetoras das artérias quando comparada a dietas enriquecidas com qualquer gordura poliinsaturada ou mesmo saturada. Uma hipótese recentemente alternativa à dieta do Mediterrâneo é que a exposição à radiação solar ultravioleta conta para a disparidade na saúde cardiovascular entre residentes de países do Mediterrâneo e mais ao norte. O mecanismo proposto é a síntese induzida de UVB-solar de vitamina D na oleosidade da pele, cuja observação indica a redução da incidência da doença cardíaca coronária, e que rapidamente diminui com latitude crescente. Curiosamente, os moradores do Mediterrâneo também apresentaram taxas muito baixas de câncer de pele (que se acredita ser causado por excesso de exposição à radiação UV solar); incidência de melanomas nos países do Mediterrâneo é menor do que no Norte da Europa e significativamente menor do que em outros países quentes como a Austrália e Nova Zelândia. Sua hipótese é de que alguns componentes da dieta mediterrânea podem proteger contra câncer de pele.

Dieta Vegetariana

A dieta vegetariana baseia-se em alimentos de origem vegetal, excluindo animais e produtos derivados. No entanto, dentro desta dieta podemos ainda encontrar vários tipos de acordo com o maior ou menor rigor de exclusão de alguns alimentos. Os principais tipos de dieta vegetariana são os seguintes:
  • Vegetarianismo puro ou veganismo – não há consumo de produtos animais nem de ovos, leite e queijo.
  • Lacto-vegetarianismo - é proibida a ingestão de todas as carnes, mas é permitido o consumo de leite e seus derivados, como queijo, manteiga e iogurte.
  • Ovo-vegetarianismo - é proibida a ingestão de todas as carnes, mas é permitido comer ovos.
  • Ovo-lacto-vegetarianismo – é proibida a ingestão de todas as carnes, mas é permitido o consumo de produtos animais como ovos e leite.
  • Pesco-vegetarianismo - este tipo de dieta permite o consumo de marisco e de peixe. Não é considerado por muitas pessoas como uma verdadeira dieta vegetariana.
O mais comum destes quatro tipos é o Ovo-lacto-vegetarianismo.
O veganismo para além de ser seguido por algumas pessoas extremistas é também praticado por vegetarianos não veganos, apenas por períodos curtos como forma de desintoxicação do organismo.

Algumas das razões que levam a iniciar uma Dieta Vegetariana
  • Razões de Saúde: (estabelecer um colesterol razoável, evitar cancros, diminuir o risco de doenças cardiovasculares....)
  • Razões de Ética: os vegetarianos não acham justo um animal perder a vida só para alimentar uma pessoa. E também não gostam da forma como a agro-pecuária trata os animais de forma tão bruta....
  • Razões Económicas: a base da Dieta Vegetariana consiste em alimentos como os legumes, os frutos e grãos, mais baratos que a carne e o peixe.

Alguns cuidados ao seguir uma dieta vegetariana
Entretanto, é importante que os vegetarianos estejam atentos à sua ingestão de proteínas, vitamina B12 e outros nutrientes. Como qualquer dieta, as que eliminam produtos animais precisam de ser balanceadas e incluir uma boa variedade de alimentos.
Há o risco de deficiência de vitamina B12 como resultado de dieta vegetariana estrita. Enquanto quase todos os alimentos animais contêm boas quantidades de B12, os vegetais não são fonte desta vitamina. Porém, há uma gama de alimentos com adição de vitaminas, incluindo cereais matinais, leite de soja e outros. A vitamina B12 é armazenada no corpo por vários meses, então os sintomas de deficiência desta vitamina, que podem ser severos, não aparecem imediatamente após entrar numa dieta vegetariana estrita.
Alguns nutrientes importantes (aminoácidos, gorduras, vitaminas A, D, K e E) estão presentes em boas quantidades nas carnes, porém uma dieta vegetariana pode ser elaborada de modo a contê-los também. A American Dietetic Association afirma que: "fontes de proteína vegetal podem fornecer sozinhas as quantidades adequadas de aminoácidos se a uma boa variedade de alimentos vegetais for consumida e as necessidades de energia forem atendidas".

Crenças acerca dos vegetarianos
A maioria das pessoas têm a ideia que um vegetariano só come saladas, pelo facto de não comer carnes de animais mortos. Acontece que um vegetariano, só de vez em quando é que come saladas e, normalmente, é um gourmet sofisticado e exigente que além de pretender ter uma boa higiene
alimentar e saúde, também quer ter prazer naquilo que come, como qualquer ser humano. Portanto, não ofereça somente salada aos seus amigos vegetarianos, os quais talvez até aceitem por uma questão de educação, mas ficarão cheios de pena da sua ignorância.
A maioria das pessoas pensa que um vegetariano tem carência de proteínas por não comer carnes. Acontece que hoje em dia come-se proteínas em excesso e ao deixar-se de comer carnes, reduz-se o seu consumo excessivo, sem se ficar carente. As proteínas necessárias são obtidas através da ingestão de um conjunto variado de alimentos, como feijões, lentilhas, ervilhas, pão, arroz, legumes, entre outros. Por isso, um vegetariano não come soja, a não ser que esta entre na composição de um prato.

Dieta do Tipo Sanguíneo

A Dieta do tipo sanguíneo, foi formulada para otimizar o desempenho do organismo.
O tipo sanguíneo determina funções digestivas e estruturas imunológicas.
Determinados alimentos podem causar perda ou aumento de peso.
O tipo de exercício e atividades físicas, que atenua o estresse, também segue o tipo sanguíneo.
Dietas ricas em proteínas, são apropriadas somente aos tipos O e B.
O tipo A e AB, devem seguir dietas ricas em fibras.

Tipo “A”

  • Vegetariano
  • Aparelho digestivo sensível
  • Sistema imunológico tolerante
  • Adapta-se bem às condições dietéticas e ambientais
  • Reage melhor ao estresse com atividade física relaxante
  • Requer dieta vegetariana para permanecer magro e produtivo

Tipo “AB”

  • Fusão entre o tipo “A” e “B”
  • Reação camaleônica às mudanças de ambiente e de dietas alimentares
  • Sistema imunológico excessivamente tolerante
  • Reage melhor ao estresse espiritualmente, com vivacidade física e energia criativa
  • Um mistério da evolução

Tipo “B”

  • Equilibrado
  • Aparelho digestivo tolerante
  • Consumidor de laticínios
  • Sistema imunológico forte
  • Opções dietéticas mais flexíveis
  • Reage melhor ao estresse com atividade
  • Requer um equilíbrio entre atividade física e a mental, para permanecer magro e forte

Tipo “O”

  • Carnívoro
  • Aparelho digestivo forte
  • Sistema imunológico superativo
  • Intolerância as adaptações dietéticas e ambientais
  • Reage melhor ao estresse com intensa atividade física
  • Requer metabolismo eficiente para permanecer magro e vigoroso

Se quiser pode fazer o download do cardápio possivel para cada tipo de sangue aqui.

Dieta Cetônica

A Dieta cetônica, defende a eliminação do consumo de carboidratos. Ela segue a mesma linha da Dieta das proteínas, atacando diretamente as gordurasacumuladas em excesso. Quando os carboidratos estão escassos, o organismo busca outra forma de energia iniciando assim a quebra da gordura (ácidos graxos). Em outras palavras, da quebra dos ácidos graxos são produzidos os corpos cetônicos. E essas fontes alternativas de energia para seu organismo, seriam as gorduras acumuladas!

O que são os Corpos Cetonicos?
Os corpos cetônicos são três substâncias que são produtos derivados da quebra dos ácidos graxos para fornecer virilidade. Ao contrário do que o nome "corpos" pode sugerir, eles são componentes solúveis, não partículas.

A dieta!
O princípio básico da Dieta do Cetônico é forçar nosso organismo a consumir seu estoque de gorduras para a geração de energia, através do esgotamento de seu estoque de carboidratos. Como isso é feito? Simples. Pode-se dizer que a dieta é constituída de três fases, tendo duração total de no máximo 15 dias, como segue:
A primeira fase é a mais difícil. Vamos eliminar totalmente o consumo de carboidratos de nossas refeições, obrigando nosso organismo a gastar seu estoque totalmente. Essa fase dura cerca de 2 dias para a maioria das pessoas, podendo chegar a 3 dias em alguns casos, conforme seu metabolismo. É fundamental que nesta fase não seja ingerido absolutamente nada de carboidrato para acelerar todo o processo. Assim que o estoque de carboidratos se esgotar, nosso organismo iniciará um processo chamado de cetogênese, no qual é feita a produção dos corpos cetônicos,responsáveis por gerar energia a partir da quebra dos ácidos graxos. Com isso, a gordura acumulada sob a nossa pele passa a ser utilizada como fonte de energia para o organismo e a perda de peso se inicia. Entretanto, este processo pode ser perigoso para o organismo, se mantido por longos períodos de tempo, o que poderia ocasionar a cetoacidose. É por isso que a Dieta do Cetônico não pode ser mantida por longos períodos de tempo.
Na segunda fase, continuaremos evitando os carboidratos, mas haverá uma tolerância para ingestão de até 20 gramas diárias, o que corresponde a aproximadamente 10% da necessidade normal de nosso organismo. Esta fase começa assim que a cetogênese teve início e vai até o final da primeira quinzena da dieta. Uma característica interessante desta fase é que você automaticamente terá uma sensível e natural redução de apetite.
Na terceira e última fase, diversas frutas serão liberadas para consumo, desde que sua composição tenha menos que 10% de carboidratos, o que já torna a dieta menos restritiva e menos sofrida. Durante a dieta, procure praticar exercícios regularmente, dentro de suas possibilidades, nem que seja apenas caminhada. Quanto mais energia você gastar, mais gordura o seu corpo irá queimar e mais peso você perderá.
A dieta pode ser feita por no máximo 15 dias sem interrupção. Após esse período, é necessário interrompê-la por pelo menos três dias, podendo ser retomada uma única vez por outro período de 15 dias. Em hipótese alguma prossiga com ela por mais tempo que isso, caso contrário você poderá prejudicar seriamente o seu organismo.

ALIMENTOS PROIBIDOS:
  • CEREAIS:arroz,trigo, milho;
  • LEGUMES: feijão, grão-de-bico, lentilha, ervilha, amendoim torrado;
  • FRUTAS: algumas com mais de 20% de carboidratos: banana, uva, figo, ameixa, caqui;
  • TUBÉRCULOS: batata-doce, batata, salsa, mandioca;
  • AÇÚCARES: sacarose (açúcar de cana ou beterraba), glicose (açúcar de uva), lactose(açúcar de leite), maltose (açúcar de malte), frutose ou levulose (açúcar de frutas);
  • OUTROS: leite, bolachas, farinha, mel, geléia, cerveja, apresuntado, cenoura, beterraba,maisena, macarrão, iogurte, pudim, achocolatados, salsicha, conservas, sagu, coxinha, tortas.

ALIMENTOS PERMITIDOS EM TODAS AS FASES
Os seguintes alimentos podem ser consumidos em todas as fases da deita, semrestrições, podendo ser ingeridos à vontade:
  • VERDURAS E LEGUMES: repolho, alface, tomate, couve-flor, couve, brócolis, pimenta,cebola, pepino, abobrinha, quiabo, nabo, rabanete, acelga, jiló, salsão, chicória, escarola,palmito, berinjela, azeitona, pimentão e salsa.
  • BEBIDAS: café, chá de ervas, limonada (sem açúcar é lógico, não usar limão rosa),refrigerantes DIET (prefira os que não tenham carboidratos).
  • OUTROS: creme de leite, bacon, ovos, linguiça de porço, carnes de peixe, frango, presuntocozido, queijo, nata, nozes.

ALIMENTOS PERMITIDOS APENAS APÓS OS PRIMEIROS 15 DIAS
Após 15 dias, é permitido comer frutas que tenham menos que 10% de seu peso emcarboidratos, mas sempre com moderação. São elas:
  • abacate
  • abacaxi
  • caju
  • carambola
  • castanha-do-pará
  • leite de coco
  • figo
  • goiaba
  • jaca
  • limão
  • maracujá
  • melão
  • morango
  • pêssego

Pode conhecer uma sugestão de cardápio da dieta cetônica, aqui.

Dieta da proteina

NESTA DIETA DA PROTEINA VOCÊ PODE COMER À VONTADE
- Peixes: Todos.
- Frutos do mar: Todos.
- Aves: Todas.
- Carnes: Todas.
- Queijos: Somente os amarelos. (Atenção: Compre queijos de boas marcas. As marcas mais baratas colocam amido em sua composição. Na dúvida, não compre.)
- Iogurte diet ou coalhada (Atenção: o iogurte light não serve!).
- Ovos, óleo de soja, azeite de oliva, azeitona e bacon.
- Maionese, creme de leite ou manteiga.
- Gelatinas dietéticas.
- Verduras: Todas.
- Café descafeínado, chá e mate. (Nunca use açúcar ou aspartame e sim sacarina ou ciclamato)

UMA VEZ POR DIA
- Água-de-coco (1 copo).
- Pudim, doce ou geléia dietética (1 colher de sobremesa).
- Sorvete de frutas dietético (1 bola ou 1 picolé).
- Legumes (50g)
- Guaraná ANTÁRCTICA Diet (Outra marca NÃO serve - 1 lata )
- Embutidos: Todos (100g - Atenção. Compre embutidos de boas marcas. As marcas mais baratas colocam amido em sua composição. Na dúvida, não compre.)
- Ricota, Cottage (30g)

VOCÊ NÃO PODE COMER. NUNCA! JAMAIS!
- Massas, macarrão, bolos, doces, tortas, etc.
- Farinhas (de qualquer tipo)
- Cenoura e batata (de qualquer tipo)
- Cereais (milho, arroz, etc.)
- Leguminosas (Feijão, ervilha, lentilha, grão de bico, etc.)
- Frutas (Todas. Não existe fruta diet. Todas elas contém açúcar na forma de frutose)
- Açúcar (Óbvio, né?)
- Café que não seja o descafeínado (A cafeína estimula o cortisol, e este detona sua dieta...)
- Mel, Karo, etc.
- Refrigerantes, inclusive os light (Só pode o Guaraná Antarctica Diet) - Bebidas alcoólicas (O fígado metaboliza o álcool em açúcar, aí sua dieta vai pro espaço...)
- Leite (Nem light, nem diet, nem em pó... O leite contém lactose, um tipo de açúcar, por isso também é proibido nesta dieta. Se você faz questão de leite no seu café da manhã, dilua duas colheres de sopa de creme de leite em 200ml de água)
- Requeijão cremoso de copo

Conheça mais acerca da dieta da proteina aqui.

Dieta da Zona

A dieta da zona incentiva o balanço hormonal do corpo, se alimentando em proporções corretas de carboidratos, proteínas e gorduras. Mais precisamente, a fórmula sugerida pela dieta da zona é de que a ingestão de calorias seja proveniente de 40% de carboidratos, 30% de proteínas e 30% de gorduras.
O Dr. Barry Sears, criador da dieta da zona, sugere que consumindo as quantidades corretas desses componentes, pode-se controlar a produção de insulina no corpo, fazendo com que você queime a gordura de forma mais eficiente.
Para se seguir essa dieta é necessário obedecer a uma lista de combinações de alimentos que juntos, oferecem as proporções corretas de carboidratos, proteínas e gorduras. Além de seguir essas combinações de alimentos, também é necessário aprender a medir porções corretamente, o que pode levar algum tempo até que se acostume. O criador dessa dieta sugere o uso de balanças se a pessoa não estiver acostumada a medir porções.
Por isso, um dos problemas dessa dieta é a dificuldade em seguir as combinações todos os dias, o que pode se tornar impraticável e tomar muito tempo para seu planejamento.

Dieta do chá verde

Com a dieta do chá verde, é possível perder 5kg em 15 dias.
O chá verde acelera o metabolismo, desintoxica e facilita a digestão.
Mas não vale dar um ou dois golinhos – você tem de se comprometer a, diariamente, tomar pelo menos cinco xícaras. E, é claro, seguir ainda um cardápio orientado por nutricionista. A combinação chá verde + dieta pode fazer você emagrecer até 5 quilos em 15 dias!

Outros poderes
Emagrecer é apenas uma das vantagens do chá verde. Estudos feitos em importantes centros de pesquisa dos Estados Unidos e da Europa mostraram que também faz bem para a pele. Extraído da planta Camellia sinensis, tem altas concentrações de antioxidantes, considerados até mais potentes que os carotenos e as vitaminas C e E, substâncias que atuam contra as rugas precoces.
Outra pesquisa, desta vez realizada na Universidade de Tohoku, no Japão, e publicada recentemente no The Journal of the American Medical Association (Jama), mostrou que a erva é eficaz na prevenção de doenças do coração. Seus compostos reforçam as artérias, diminuem as taxas de colesterol ruim e bloqueiam o acúmulo de gordura na parede dos vasos sanguíneos. O consumo habitual também previne inflamações na gengiva e até tumores malignos de boca e mama. “Substâncias como as catequinas e os bioflavonóides são capazes de impedir alterações no DNA das células, o primeiro passo para o desenvolvimento de um câncer”, diz Vanderlí.
Um teste de laboratório apontou mais um efeito positivo do chá verde: melhora a memória. Mas
os estudos para comprovar mais esse efeito estão só no começo.

O jeito certo de fazer
É muito fácil preparar o chá verde, mas há alguns segredinhos importantes para você preservar os princípios ativos da erva. Vamos lá: Coloque a água para ferver e assim que surgirem as primeiras bolhas de ar (antes de começar para valer o processo de ebulição), apague o fogo. Acrescente a erva (o ideal são 2 colheres de sopa para 1 litro de água, mas comece com apenas 1 colher, pelo menos até você se acostumar com o sabor do chá) e abafe por 2 ou 3 minutos. Depois é só coar e tomar.

Gostinho bom
Dá, sim, para deixar o chá verde mais gostoso. Você pode combiná-lo com cidreira, hortelã, erva-doce, casca de frutas (abacaxi ou manga) ou maçã seca para suavizar o sabor amargo, sem interferir nos efeitos terapêuticos da Camellia sinensis.

Faça assim:
ferva 1 litro de água com 1 pedaço médio de casca de abacaxi ou 1 punhado de folhas de cidreira, por exemplo. Desligue o fogo e acrescente o chá verde. Abafe por 2 ou 3 minutos e coe.
Especialistas respondem às principais dúvidas sobre o uso do chá verde.

Quantas xícaras de chá devo beber por dia para emagrecer?
De cinco a seis xícaras. Se você quiser ir além, fique à vontade. Segundo o clínico geral e fitoterapeuta Miguel Mussi, do Centro de Terapias Integradas, no Rio de Janeiro, o consumo do chá verde é milenar e não há notícias de efeitos colaterais, a não ser em quem tem sensibilidade à cafeína presente na composição.

Qual a temperatura e o horário ideais para se beber o chá?
Em jejum, o ideal é tomar o chá morno – cai melhor no estômago vazio. Nos demais horários (lanches da manhã e tarde, meia hora antes ou duas depois das refeições principais), tome-o na temperatura que você preferir – quente, frio ou gelado –, desde que tenha sido feito da maneira adequada. E se você tiver insônia, tome a última xícara no máximo até as 17 horas.

Posso adoçar o chá verde?
Sim, mas use uma quantidade pequena de mel (uma colher de chá) ou de estévia. Açúcar e adoçantes químicos prejudicam o poder do chá de desintoxicar o organismo, dificultando a perda de peso.

O chá de saquinho funciona?
Geralmente, o chá de saquinho traz várias partes da planta, como folhas e talos. Isso diminui a concentração dos princípios ativos da erva e o efeito acaba
sendo apenas aromático”, diz Vanderlí.

Posso tomar cápsula no lugar do chá?
Ao contrário do saquinho, a cápsula costuma ter uma dose altíssima do princípio ativo, o que pode interferir na qualidade do sono e na pressão arterial. Portanto, só deve ser usada se houver a indicação de um profissional (endrocrinologista, homeopata, fitoterapeuta ou nutricionista) de sua confiança.

O chá preto e o banchá têm o mesmo efeito do chá verde?
Todos os três são extraídos da mesma planta, a Camellia sinensis. A diferença é que o chá preto e o banchá passam por  processos diferentes de torrefação e fermentação que reduzem os benefícios da erva, especialmente no caso do chá preto. O banchá oferece benefícios mais próximos ao do chá verde e tem o sabor mais suave.

Dá para fazer o chá horas antes de consumí-lo?
O ideal é beber o chá logo após ficar pronto, antes que o oxigênio do ar destrua parte dos componentes ativos. “Mas a bebida preserva substâncias importantes para o corpo até 24 horas após o preparo. Depois disso, as perdas são consideráveis”, explica Vanderlí. Então, para facilitar a dieta, prepare de uma só vez a quantidade de chá necessária para um dia, e coloque-o numa garrafa térmica ou jarra de vidro ou inox (evite recipientes de plástico ou alumínio) dentro da geladeira.

Existe algum segredo para armazenar a erva?
Em local seco, fechado e ao abrigo da luz.

Tem alguma contra-indicação?
Sim. Grávidas, pessoas hipertensas ou com gastrite. Se estiver usando algum medicamento também é aconselhável perguntar ao seu médico se você pode consumir o chá verde.
Índice dos artigos do BLOG
POSTAGENS POPULARES
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL